Sabemos que a fadiga é o sintoma mais relatado entre aqueles que se recuperam da doença, chegando a se apresentar em até 60% dos casos. Porém, a fadiga pode ter uma ou mais causas. De maneira geral, podemos associá-la a alguma alteração nos pulmões ou coração mas, também pode estar relacionada a componentes neuromusculares presentes após uma inflamação aguda ou mesmo por causas cognitivas e nutricionais. Por essa razão é importante investigar. Busque ajuda de um profissional de saúde.

 

Dra. Daniela de C. Vergilio

Sobre o autor

Leave A Comment